• semanarioradio

SATA Gestão de Aeródromos provoca ordenados em atraso nos Bombeiros dos Açores

Os Bombeiros Voluntários das Velas, Madalena do Pico e Graciosa, na Região Autónoma dos Açores, estão com ordenados em atraso referentes ao mês de Fevereiro. A situação mais grave é a dos Bombeiros das Velas que até ao final do dia de ontem, ainda não tinham recebido nenhum valor referente ao ordenado de Fevereiro nem tem nenhuma previsão de quando isso vai acontecer. Já nas Associações da Madalena e Graciosa os Bombeiros receberam uma percentagem do vencimento, de forma a minimizar as contrariedades causados por esta situação.

Este atraso deve-se, por, alegadamente, as Associações em causa continuarem com pagamentos em atraso por parte da SATA Gestão de Aeródromos relativamente aos serviços de protecção e socorro prestados por estas Associações de Bombeiros nos Aeródromos da Graciosa, São Jorge, Pico e Corvo. Uma situação que se arrasta há alguns meses, o que já originou pedidos de esclarecimento por parte de grupo parlamentar do PSD Açores na Assembleia da Regional dos Açores sobre a situação. Em resposta a este pedido de esclarecimento, a SATA Gestão de Aeródromos entregou no passado mês de Fevereiro um documento com os valores em divida a estas 3 Associações de Bombeiros, mas os valores apresentados alegadamente, não correspondem aos valores reclamados pelas Associações de Bombeiros. O Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais estranha o silêncio de alguns dirigentes destas Associações relativamente a todo este processo, pois apenas o Presidente da Madalena do Pico se manifestaram publicamente no passado mês de Novembro sobre este problema. O Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais continua a acompanhar a situação destes Bombeiros e espera que seja resolvida o mais breve possível. Está prevista uma reunião hoje na Ilha Terceira, com representantes da empresa SATA Gestão de Aeródromos e representantes das respectivas Associações de Bombeiros com vista à resolução do problema. ANBP/SNBP lamentam que, nesta situação, tenham sido postas em causa, de forma injusta, as associações que tutelam e pagam a estes bombeiros, uma vez que não são eles os responsáveis por este incumprimento. A origem desta falta de pagamentos deve-se ao incumprimento da SATA para com as associações, cujos bombeiros desempenham funções nos aeroportos.


Semanário Rádio / Associação Nacional de Bombeiros Profissionais SNBP - Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais

41 visualizações

© 2019 por NF Criado com Wix.com  . Licenciamento

Logo SPA.gif
  • Facebook Clean Grey
  • mixcloud
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now