• semanarioradio

Regresso dos doentes deslocados e estudantes retidos no continente é uma medida justa e responsável

O PSD/Faial emitiu, ontem, um comunicado onde repudia veementemente o teor do comunicado ontem emitido pelo Partido Socialista do Faial, sob o simpático título “PS apela à prudência do PSD/Faial num momento que exige responsabilidade de todos”, e entende ser necessário repor a verdade, a bem do correto esclarecimento dos faialenses e açorianos em geral.



O PSD/Faial, esclareceu, que propôs publicamente, nos dias 5 e 21 de maio, que o Governo Regional dos Açores devia realizar com urgência, uma operação de regresso à Região dos estudantes, doentes deslocados e outras situações de caráter excecional, através da Azores Airlines e utilizando as cinco gateways da Região, e com aeronaves da Sata Air Açores a realizar no próprio dia o transporte destes açorianos das ilhas com gateway para as restantes quatro ilhas do arquipélago, de modo a que todos possam chegar no próprio dia à sua ilha, para cumprimento das recomendações das autoridades de saúde.

A proposta apresentada não é uma irresponsabilidade. Na verdade, uma viagem direta Lisboa-Horta é muito mais segura neste contexto de pandemia do que uma viagem com escala noutra ilha - sobretudo se for em ilha com casos ativos - porque quanto maior o número de escalas, maior o risco de contágio.

A Comissão Política da Ilha do Faial do PSD-Açores afirma que irresponsabilidade é nada fazer para garantir o regresso às suas residências e às suas famílias, neste momento, de pessoas que tomaram a decisão acertada naquela fase, de acatar as recomendações de 11 de março do Presidente do Governo, e permaneceram no território continental, e que decorridos dois meses e meio, estão agora mais fragilizadas, e as suas famílias naturalmente mais preocupadas.

O PSD-Faial acusa, o Partido Socialista do Faial de incoerência, por lançar um comunicado que tenta truncar a informação ao invés de esclarecer a população com verdade e transparência, para esconder o foco da questão: a falta de qualquer proposta ou intervenção do Partido Socialista do Faial para resolver o problema em causa.

O PSD-Faial questiona ainda a ausência de explicações do governo sobre o cancelamento do voo Lisboa-Horta que, após quatro reagendamentos, estava marcado para 1 de junho, e foi cancelado, tendo sido programado para o mesmo dia um voo da Azores Airlines de Lisboa para Ponta Delgada, o que significa que a companhia aérea regional voltará a ligar o território continental à Região nesse dia, deixando de fora, por enquanto, a ilha do Faial.

A Comissão Política da Ilha do Faial do PSD-Açores apela à união entre todos ao invés de partidarização e do ataque ao PSD/Faial com comunicados falseados para desviar a atenção da sua permanente subserviência ao PS/Açores, o Partido Socialista do Faial deveria defender esta ilha e a sua população, exigindo também a reposição do voo cancelado.

O PSD-Faial termina, reiteramos que o regresso das atividades económicas e sociais deve ser feito de forma gradual e com o cumprimento de todas as medidas de prevenção, para vencermos este inimigo comum, num percurso de união e responsabilidade entre todos os faialenses e açorianos.

Rádio Azores High / PSD- Açores

0 visualização

© 2019 por NF Criado com Wix.com  . Licenciamento

Logo SPA.gif
  • Facebook Clean Grey
  • mixcloud
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now