• semanarioradio

Câmara Horta reúne com a Administração da SATA e empresários e contexta a operação de verão da SATA

A Câmara Municipal da Horta recebeu, na manhã desta segunda-feira, uma reunião que sentou, à mesma mesa, Câmara da Horta, Administração da SATA, Câmara de Comércio e Indústria da Horta e operadores turísticos da ilha do Faial. Em causa, a redução do número de lugares na oferta da companhia para a próxima operação de Verão, razão que motivou a Câmara Municipal da Horta, que aguardava pelo agendamento deste encontro desde outubro de 2019, a convidar empresários e operadores, que há muito reclamam por uma maior oferta, nas ligações, sobretudo de Lisboa com a Horta.


À saída da reunião, José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta, o único a prestar declarações, referiu que “é fundamental que haja confiança e que as notícias sejam positivas para o Faial, mas, “pela primeira vez, “senti, da parte da administração da SATA, abertura para alterar o que estava previsto”, pelo que a Câmara Municipal ficou de coordenar e fazer chegar àquela empresa um memorando das reivindicações apresentadas conjuntamente, nesta reunião, para que, dentro de algumas semanas, tenha lugar uma nova reunião sobre esta matéria. “Vinquei, claramente, que não podemos ter notícias negativas da SATA todos os anos, em relação ao Faial, e que este paradigma tem de mudar”, referiu José Leonardo Silva, ressalvando que, apesar da abertura da SATA em mudar o tipo de aeronave a voar para o Faial e o número de voos disponibilizados, nos meses de julho e de agosto, “isto não se faz só com vontades, mas com ações e decisões”. Para o autarca da Horta, que há muito defende mais voos e mais companhias a voar para a ilha do Faial, este encontro impunha-se, desde há muito, porque pretendíamos evitar o que se passou no Verão passado, mostrando uma imagem de união, que há, entre todos os empresários e operadores turísticos do Faial, e que esta posição não é apenas comungada pela Câmara da Horta, mas por todos”. “Temos investimentos previstos, na ilha do Faial, nomeadamente um hotel de charme, no Largo do Bispo, e um hotel de 5 estrelas, no Carmo, entre muitos outros, por isso, tivemos uma reunião sem tabus e sem qualquer receio de dizer fosse o que fosse, confrontando-nos com números, os nossos e os que a empresa apresentou, e esperamos, agora, que a SATA possa reavaliar a sua atuação em relação ao Faial”, acrescentou, José Leonardo Silva. O Presidente da Câmara Municipal questionou, ainda, no encontro, sobre os receios de um possível aumento do número de cancelamentos pela ausência de procedimentos RNP, nos novos airbus da Hi fly, que também vão voar, este Verão, para a Horta, mas a empresa garantiu que os mesmos cumprem aquele requisito.


Semanário Rádio/ CMHorta

0 visualização

© 2019 por NF Criado com Wix.com  . Licenciamento

Logo SPA.gif
  • Facebook Clean Grey
  • mixcloud
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now